O que é a psiquiatria?

Como definir a Psiquiatria?

Dizendo de modo mais simples, a Psiquiatria é a especialidade médica que cuida da saúde da mente. Pode-se dizer que a ela cabe tratar o sofrimento mental, afetivo, emocional e interacional.

O psiquiatra necessariamente é médico formado, com título de especialista reconhecido pela Associação Brasileira de Psiquiatria. Sendo médico, ele pode prescrever medicamentos para melhorar a qualidade de vida de seus pacientes. No entanto, ele é um médico diferenciado, pois também tem em sua formação o domínio de técnicas de psicoterapia e psicologia.

A psiquiatria trata diversas patologias e transtornos. Abaixo, listados em linguagem acessível, estão alguns dos problemas de saúde que devem ter a atenção do psiquiatra:

 

Ansiedade Depressão Pânico
Transtorno Bipolar Mania Dependência de drogas

 

 

 


 

Critérios Diagnósticos do DSM-IV

 

Abaixo, estão alguns critérios simplificados de diagnósticos do DSM-IV de alguns problemas de saúde abordados pela Psiquiatria. O conhecimento é fundamental em todos os transtornos de saúde. Conhecer é sempre melhor do que ignorar. No entanto, saiba que os critérios apresentados abaixo estão muito resumidos. Eles são apenas uma primeira orientação. É fundamental a consulta a um profissional especializado.

 

 

 


 

 

 

Transtorno de Ansiedade Generalizada

 

Ansiedade e preocupação excessivas, ocorrendo na maioria dos dias por pelo menos 6 meses, com diversos eventos ou atividades. A ansiedade e a preocupação estão associadas com três (ou mais) dos seguintes seis sintomas:

(1) inquietação ou sensação de estar com os nervos à flor da pele
(2) fatigabilidade
(3) dificuldade em concentrar-se ou sensações de "branco" na mente
(4) irritabilidade
(5) tensão muscular
(6) perturbação do sono

*Aviso importante

 


 

 

 

Transtorno Depressivo Maior 

Nas duas últimas semanas devem ter estado presentes cinco das seguintes características, das quais pelo menos uma deve ser  humor deprimido ou perda de interesse ou satisfação em relação à maior parte das actividades:

(1) perda ou aumento de peso significativos ou aumento ou perda de apetite

(2) insônia ou hipersônia
(3) agitação ou lentificação psicomotora 
(4) fadiga ou perda de energia
(5) falta de auto-estima ou sentimentos de inadequação e culpabilidade 
(6) capacidade intelectual ou de concentração diminuida, ou indecisão e dúvida 
(7) ruminações sobre morte (não apenas medo de morrer), ideação suicida recorrente sem que haja um plano traçado, ou tentativa de suicídio ou plano para atentar contra a vida
 *Aviso importante

 


 

 

 

Ataque de Pânico 

Um período distinto de intenso temor ou desconforto, no qual quatro (ou mais) dos seguintes sintomas desenvolveram-se abruptamente e alcançaram um pico em 10 minutos:

(1) palpitações ou ritmo cardíaco acelerado
(2) sudorese
(3) tremores ou abalos
(4) sensações de falta de ar ou sufocamento
(5) sensações de asfixia
(6) dor ou desconforto torácico
(7) náusea ou desconforto abdominal
(8) sensação de tontura, instabilidade, vertigem ou desmaio
(9) desrealização (sensações de irrealidade) ou despersonalização (estar distanciado de si mesmo)
(10) medo de perder o controle ou enlouquecer

(11) medo de morrer

(12) parestesias (anestesia ou sensações de formigamento)

(13) calafrios ou ondas de calor

*Aviso importante

 


 

 

 

Transtorno Bipolar do Humor

Muito resumidamente, o Transtorno Bipolar do Humor é um transtorno psiquiátrico em que o indivíduo sofre com grandes variações do humor, intercalando episódios depressivos,  episódios maníacos e/ou episódios mistos. Abaixo, os critérios de um episódio maníaco.

*Muito importante

 


 

 

 

Episódio Maníaco

Um período distinto de humor anormal e persistentemente elevado, expansivo ou irritável. Durante o período de perturbação do humor, três (ou mais) dos seguintes sintomas persistiram:

(1) auto-estima inflada ou grandiosidade

(2) necessidade de sono diminuída

(3) mais loquaz do que o habitual ou pressão por falar

(4) fuga de idéias ou experiência subjetiva de que os pensamentos estão correndo

(5) distratibilidade

(6) aumento da atividade dirigida a objetivos ou agitação psicomotora

(7) envolvimento excessivo em atividades prazerosas com um alto potencial para conseqüências dolorosas

*Aviso importante

 


 

 

Dependência de Drogas

Uso  de drogas, ocorrendo três (ou mais) dos seguintes critérios:

(1) tolerância ao uso da droga (doses cada vez maiores para o mesmo efeito)

(2) abstinência quando interrompido o uso da droga

(3) consumo da droga por maior quantidade ou período maior que o pretendido

(4) existência de desejo de reduzir ou controlar o uso da droga

(5) muito tempo é gasto em atividades para obtenção da droga

(6) atividades importante da vida são abandonadas ou reduzidas para usar a droga

(7) o uso da droga se mantém, apesar da consciência do dano à própria saúde

 *Aviso importante

 


Informações sobre consultas

Caso você deseje receber informações sobre consultas com o dr. José Mauro Barbosa Reis, clique no link abaixo.

Informações sobre consultas
Clique aqui

 

 

 Psiquiatra Belo Horizonte

 


 

      Aviso importante: Os critérios diagnósticos apresentados são uma modificação livre dos critérios estabelecidos pelo DSM-IV. Eles aqui estão muito resumidos. Estão listados apenas como uma primeira orientação ao paciente que, muitas vezes angustiado, procura ajuda. Para um diagnóstico exato, é fundamental a consulta a um profissional especializado.

 

  

 


Dr. José Mauro Barbosa Reis - Psiquiatra

Belo Horizonte:

Shelter Psiquiatria, Rua Felipe dos Santos, 601 sala 901

Tel (31) 98899-5600 (terça, quarta, quinta, 3H às 19H)
 

Contagem:
Gastroclínica, rua dos Ingás, 581, Bairro Cidade Jardim - Eldorado
Referências: Praça do Glória, perto do Big Shooping
 
Visite também a página da Shelter Psiquiatria e Psicologia, clicando na imagem abaixo:

Psiquiatra em Belo Horizonte